knockout

Hoje estou me reerguendo. Durante um grande luta, nunca devo desistir. Tomei uns golpes duros já nessa vida. Já levei soco no estômago, na cara, no ombro (aqueles que levantam o famoso “ovinho” instantâneo depois some deixando somente a dor). Também já levei até golpe baixo e punhalada onde não era permitido subir ao ringue provido de tais armas.
Mas cada golpe que levava não me tirava do caminho. Hoje entendo que cada golpe dói. Mas eles servem pra te retorcer, baixar a cabeça, aguentar a dor e agradecer à Deus. Porque? Simples. Se em algum momento sinto dor é porque todos os outros momentos que passaram desapercebidos eu tinha plena saúde. Agradeço por discernir a saúde da doença, o bem-estar da dor.
Não há dor que me faça desistir dos sonhos. Eu tenho a marca da promessa, e vou em busca dela.
Já perdí amigos, já fui rejeitado. Já passei fome e já batalhei duro (ao contrário que muitos possam sequer imaginar).
Mas não é a toa que passamos por certas provas. É na derrota que se aprende. O vencedor que nunca perdeu vai ser o que menos tempo deterá este posto. O perdedor que vencer, este sim poderá ser o mais forte e resistente vencedor.
Os dias estão próximos, ninguém é perfeito e não existe uma pessoa sequer que não tenha mentido, trapaceado ou cometido nenhum tipo de erro (Jesus não vale). Eu sou assim também. Mas há a diferença, isso sim, daqueles que se arrependem, tentam colocar tudo de volta no seu lugar. Do outro lado temos os que acham que “já passou”, ou “azar, agora foi” ou ainda os que fazem deliberadamente para tirar vantagem. Mente pequena.
É como um ditado que mostra bem o que quero dizer. Não sei de onde tirei, mas desde minha juventude trago isto comigo. Diz assim: “Homem de verdade não é aquele que conquista diversas mulheres todos os dias, mas o que conquista a mesma mulher todos os dias.”
Mas tirando o lado afetivo, esta semana tive de parar 2 dias. Fiquei doido, querendo trabalhar, pagar umas contas, verificar o saldo do banco, fazer reuniões que ficaram pendentes da semana passada. Poderia pensar que havia perdido 2 dias bem no meio de uma semana útil. Mas encaro diferente. Eu ganhei algo. Ganhei o que nem sei bem que é. Mas vou encarar esta sexta-feira como uma segunda e sigo através do final de semana com gana de recuperar o que não perdi.
Bem, pra finalizar, neste momento escuto o juiz no ringue contanto…..4, 5,.. e antes mesmo que pensem que desistí, que fui derrotado, me apoio nas cordas e me levanto. Porque antes das pessoas me acharem no chão derrotado, eu devo primeiro enfrentar a mim mesmo. E ainda há muita força aqui dentro. Nem um mínimo pingo de derrota nem de fraqueza. Este foi apenas um escorregão no suor que lubrificara o chão, e não um knockout.

Anúncios

Um comentário sobre “knockout

  1. Esse é meu marido!!! Por isso te escolhi! meu vencedor! TE AMO! Texto maravilhoso! Me orgulho de ti a cada dia! Tu és tudo pra mim! ;*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s