GUERRA NO RIO

Que tal, enquanto Rio espera pela Copa do Mundo, fazer uma guerra interna? TERROR – O dia em que o Rio de Janeiro virou um campo de batalha.

Abaixo o que está acontecendo HOJE à 30 dias do Natal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte [+info]

Quando estava no Rio de férias Janeiro passado (2010) eu vi um camburão da polícia, com policiais armados de metralhadora caindo pelas portas, levar uma granada na roda logo após passar o taxi em que estava. Eram 9h30 da noite, voltando de um jantar com minha esposa. Isso é real. A Copa do Mundo não pode nem passar perto do Rio. Não há tempo para tomar tamanhas provdências.

LPM/designer

Anúncios

2 comentários sobre “GUERRA NO RIO

  1. É triste sabermos que toda essa guerra não é por cumprimento do dever, e sim, por interesses próprios. Se não fossem as Olimpíadas e a Copa, jamais estariam fazendo essa guerra, pois tempo e oportunidades já tiveram para fazer muito antes. O percentual de turistas que viriam ao Rio para assistirem aos jogos seria muito pouco, o turista iria pensar duas vezes antes de vir pra o Rio, vendo tantas notícias sobre balas perdidas, carros incediados etc… E com isso os colarinhos brancos perderiam muito $$$. Então essa guerra toda é pra passar boa impressão lá fora pra poder atrair o turista.
    Mas se não fosse as Olimp… e a Copa. O Rio continuaria como estava e “que se dane o rio”. Eles jamais olhariam pra opressão do povo. Abram os olhos, essa raça política nada faz em benefício do pobre se não houver algo por trás que beneficiem esses LLB (Ladrôes Legalizados de Brasília).
    Que bom seria se houvesse essa atuação em todo o país, mas como somente o Rio terá Olimp… e Copa, “que se dane o resto”. Assim pensam os políticos.
    Nós pobres só temos valor até o momento em que apertamos o botão [CONFIRME] na urna… ao dar as costas, não valemos o que gato enterra.
    Um abraço a todos.

    • Oi Gideão, obrigado pelo comentário.

      Na verdade, meu ponto de vista é que temos diversos assuntos misturados. Concordo com a calma para levantar a bunda da cadeira e fazer algo de verdade que recupere a dignidade de uma comunidade que se chama Carioca. O que tínhamos no início era ações isoladas por uma polícia despreparada. Eu mesmo fui passar um ano novo no Rio. Na chegada TV dava manchetes de ladrões que invadiram uma igreja com carro, e no último dia, uma perseguição colocou minha esposa e eu quase que no fogo cruzado com bandidos. A polícia foi atacada no carro à frente do nosso Taxi com uma granada na roda. Pior é ver cariocas vibrando com essas situações. Mas temos 1. uma polícia que enfrenta bandido tiroteando no meio de civis (isso é um absurdo) – 2. Acho que algo deve ser feito SIM (mas da forma coerente). Vibro com a ação enérgica, pensada e preparada.

      A questão da guerra que se instalou não foi porque a copa e as olimpíadas estão por vir, mas porque os próprios bandidos deixaram uma situação insustentável. Lembra quantos carros, tiroteios, pessoas mortas, roubadas estavam por dia? Queimavam ônibus inteiro, saqueavam centenas de carros em emgarrafamentos (covardia de bandidos que se acham muito machos). Entendo que muitos deles não têm saída, e sem alternativa, tomam atitudes desesperadas para sustentar sua família. Mas daí à organizar ataques frequêntes aos cidadões que nada têm a ver com isso e suaram para ter o que tem… Acho que temos que ter cautela para falar dos dois lados, e o exagero dos dois lados são condenáveis.

      A questão dos políticos de Brasília, concordo também. Nada contra o Lula e o PT, mas se olharmos detalhadamente, todos os benefícios e vitórias (os principais) do governo forma plantados por políticos bem preparados em governos anteriores. O crescimento da população pobre foi mundial, e o Brasil tem um dos menores índices de crescimento da população economicamente desfavorecida na américa latina. Isto prova que o governo foi mais um freio para o povo do que um real sucesso. Sei também que tiveram muitos acertos, não posso ser injusto. Confesso que o Lula me surpreendeu. O que quero dizer com isso é que no exterior vemos políticos extremamente cultos e bem preparados, aqui o povo vota no tiririca, garota do tempo (TV) e jogador de futebol. É ridículo. Mas é o reflexo de uma comodidade enraizada na nossa cultura – onde índios pintavam pássaros cinzas para trocar por mercadoria com as náus erupéias na colonização. No meio da navegação de volta, uma chuva lavava os pássaros e irritava os colonizadores enganados. Em suma – é uma sede de colocar dinheiro no bolso a qualquer custo, e sem se preocupar com o estudo, com o preparo. Depois de pegar a grana – é festa, é pizza. Gastou? Começa tudo denovo. A diferença de quem tem conhecimento com quem não tem é que: quem tem, ganha dinheiro e multiplica – quem não tem ganha dinheiro e gasta na primeira esquina.

      Agora, a Copa e Olimpíadas no Brasil é uma piada (e de mau gosto).

      O que posso dizer que seu comentário foi ótimo, traz uma vontade de trocar ideias e ficarmos conversando o dia inteiro.

      Grande abraço.

      LPM/designer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s