Linha contínua antes semáforo: para que serve?

faixa

Às vezes não aprendemos isso na auto-escola, eu não aprendi. Mas sabe aquela linha contínua nas vias da cidade antes de um semáforo, antes da faixa de pedestres? Ela tem um objetivo e é muito útil.

Estas linhas contínuas são calculadas para que seu campo de visão, freios e acelerador do carro correspondam diretamente com seu propósito. E não é apenas para que você não troque de faixa.

Muito simples. Quando você está trafegando em uma via e se aproxima de um cruzamento com semáforo, e estiver verde, tudo bem. Mas se por acaso ele ficar amarelo, é muito importante que você saiba exatamente, pelo seu campo visual, qual é a sua localização em relação à linha contínua que se encontra. Ela é a resposta exata para a sua tomada de decisão.

Funciona assim: quando o semáforo ficar amarelo, e o veículo estiver antes desta linha contínua – a decisão correta é frear. Agora, caso você esteja dentro da área desta linha, então pode prosseguir sem problemas.

Claro que é de extrema importância que você esteja trafegando próximo do limite da via, nem acima nem muito abaixo. Importante que não esteja chovendo, que os pneus estejam em boas condições, visibilidade plena, movimento, pedestres, ciclistas e demais fatores que possam interferir na resposta natural da evolução da situação estejam de acordo. Todas as variáveis dependerão muito mais de sua habilidade de avaliação e tempo de resposta.

Para vias mais rápidas, esta linha é maior, pois o tempo de resposta tomará maiores distâncias percorridas.

Veja infográfico abaixo:

infographic

Infográfico

Em resumo: se você estiver antes da linha contínua, provavelmente ainda há tempo de frear. Se estiveres já na linha contínua, não é vergonha nenhuma avançar o sinal amarelo.

Simples assim   😉

LPM.

Anúncios

2 comentários sobre “Linha contínua antes semáforo: para que serve?

  1. Luiz, boa noite.
    Ouvi falar sobre o dimensionamento das faixas contínuas há muito tempo, em um curso da engenharia civil, na Escola Politécnica. A ideia é tão boa que é impossível que não seja verdadeira.
    Hoje, passado muito tempo, o destino me botou atrás da regulamentação dessa ‘sinalização horizontal’. Achei o seu blog e mais um ou outro site. Faltava a confirmação oficial: bati todo o site do Ministério e do DNIT, e não achei nada. O mais próximo foi o que se encontra no Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito, aprovado pela Resolução CONTRAN Nº 236, de 11 de maio de 2007.
    Escrevi pros caras do Coordenação Geral de Planejamento Normativo e Estratégico – CGPNE. Se quiser mando os emails pra você ler: eles não confirmam o algoritmo.
    Bom, como disse, a ideia é tão boa que parece impossível ser falsa, não é? Então pergunto: onde você achou essa informação? Pode me dar alguma pista? Você acha que essa regulamentação é (ou foi) aplicada no Brasil?
    Enfim, qualquer luz que você puder lançar sobre o assunto vai me ajudar um bocado.
    Legal o seu blog, viu. Gostei.
    Um abraço!

    • Que espetáculo Maria Ângela. Na verdade foi uma conversa com amigo que tinha feito o curso para renovação de carteira de habilitação. Depois observei, detalhista que sou, dirigindo e percebendo que dependendo da via/velocidade a linha é maior ou menor. Não achei nenhum dado técnico, acabou sendo realmente baseado em observação. Se tiveres os dados certos poderemos atualizar este post! Obrigado pelo retorno. Fundamental seu comentário. Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s